4 de ago de 2012

Bullyng e problemas familiares provocaram o desaparecimento de adolescente






"Nunca quis incomodar ninguém. Não tenho amigos na escola e em casa. Queria fugir de tudo isso. Fazia tempo que vinha planejando" 

BRUNA BONIFÁCIO DE OLIVEIRA, 17 anos, de São Bernardo (SP) ficou 18 dias desaparecida, causando uma grande angústia em seus familiares que recorreram à ajuda da polícia e divulgaram sua foto nas redes sociais na esperança que alguém a reconhecesse.

Bruna afirmou que fugiu de casa por conta do bullyng que sofria na escola onde cursa o 3º ano do ensino médio. Além disso, problemas de relacionamento em família contribuíram para a fuga.

"Ela é uma boa menina. Só está carente e precisava de mais atenção em casa. Não existe família perfeita e ela precisa aprender a conviver com os problemas de relacionamento", disse a delegada titular do DP, Kátia Cristofaro Martins.

Ela buscou abrigo na residência de um garoto da mesma idade no Parque América, em Rio Grande da Serra. Uma irmã do garoto ligou para a polícia informando seu paradeiro.

Bruna, em seu depoimento à polícia, contou que fugiu com apenas 10 reais no bolso, pegou um ônibus e seguiu até o Riacho Grande, onde fez amizade com um garçon de um bar local.

"Ele me deixou dormir lá", alegou.

No dia seguinte, chegou a ligar para um amigo ir buscá-la, mas desligou no meio do telefonema. Ela ficou vagando sem rumo por toda Linha 10-Turquesa (Brás-Rio Grande da Serra) da CPTM-Cia Paulista de Trens Metropolitanos, quando conheceu o garoto que ofereceu pousada em sua casa. Ficou dois dias sem tomar banho e quase não se alimentou neste período o que a fez perder cinco quilos, mas segundo os médicos que a atenderam, seu estado geral de saúde é bom.

Segundo a delegada Kátia, haverá investigação para identificar o homem do bar, que a estudante alega nunca ter visto antes.

Kátia, do Conselho Tutelar do município vai acompanhar a readaptação da jovem.



0 Deixe sua opinião :

Postar um comentário